24 de janeiro de 2008

Morangos para sempre

Que se passa com as contribuições do 1bsk para a análise semiótica do Morangos com Açúcar, uma das razões pelas quais este blog merece tão entusiásticos encómios vindos de aquém e de além-mar? Eu sei que nós, simples leitores, não merecemos o luxo de uma actualização diária do 1bsk, mas a ausência de posts morangais (após rápida pesquisa, este terá sido o último) começa a atingir foros de escândalo (não, não me refiro aos Foros da Amora). E que não pretenda o autor de tão reputado blog defender-se com o argumento (fácil, fácil) de que terá estado na estranja, impossibilitado de pôr os olhos em tão excelsa produção. Afinal de contas, desde quando é preciso ver um filme (ou, no caso que nos interessa, um seriado morangal) para o analisar e criticar? Nesse aspecto, a teoria do Bayard (excelente livro, que por acaso li) é de aplicação universal a qualquer produto do espírito humano.